EDUCAÇÃO

Professor da rede estadual lança obra literária

“Em ‘Cartas, haicais e outros poemas’, tendo por subtítulo ‘escritos sob a saudade’, converte a nostalgia em curtos poemas e… [ ]

13 de janeiro de 2022

“Em ‘Cartas, haicais e outros poemas’, tendo por subtítulo ‘escritos sob a saudade’, converte a nostalgia em curtos poemas e reforça a liberdade criativa em tempos de pandemia; muito embora na distância, não perde tempo de ser feliz imerso aos sentimentos do relacionamento amoroso.” Essa é uma das definições atribuídas na matéria publicada no Jornal Integração, de Cafelândia (PR), ao livro do professor no Núcleo de Atividades de Altas Habilidades/Superdotação Joãosinho Trinta, Willame Belfort, cujo lançamento ocorreu na última semana, em São Luís.

Além de professor de música no NAAHS, o professor tem um vasto currículo nas artes: é pianista e compositor erudito, com obras já executadas em outros estados e países, poeta e escritor com inúmeras láureas literárias nas quais as mais recentes são 3° Prêmio Literário AFEIGRAF 2021 (Editora Scortecci, SP) e Poetas Brasileiros Contemporâneos 2021 (Editora Persona, PR). Também é membro imortal da Academia de Artes, Ciências e Letras do Brasil (ACILBRAS) e Superintendente da mesma no Estado do Maranhão. Embaixador Internacional da Paz pela World Organization of Human Rights Defenders – ONU, tendo recebido a Comenda Internacional Diplomata Ruy Barbosa “O Asa de Haia” pela mesma instituição.

Na terça-feira (11), Willame Belfort entregou pessoalmente um exemplar da obra ao secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão. “Livro é sempre um ótimo presente. Tive o privilégio de apoiar o professor na concretização desse projeto tão importante para nossa literatura. Já está na minha lista para as próximas leituras. Parabéns, professor, e que venham mais produções como essa”, destacou Camarão.

“Essa é mais uma obra poética concebida sob a ótica da paixão e que tem como tema central um sentimento universal, mas cuja a palavra só existe em nosso idioma, a saudade, tão vivenciada durante a pandemia. Me sinto feliz pela efetivação de mais um trabalho no campo literário e grato ao que contribuíram para a realização do mesmo. Que os queridos leitores possam se identificar”, revelou o autor.

Sobre a obra

A obra foi escrita em julho de 2020, a partir da junção de inúmeros textos poéticos de caráter livre, lançada na versão digital (e-book), em agosto do mesmo ano em site de vendas. O livro foi destaque em veículos de comunicação maranhenses e de outros estados, como o Portal Diário do Aço (MG) e o Jornal Integração (PR).

0 Comentários

Deixe o seu comentário!