Relatório da PF aponta que irregularidades na Saúde são da gestão Murad

Em relatório sobre a Operação Pegadores, a Polícia Federal apontou que irregularidades e esquemas fraudulentos são nativos da gestão Ricardo… [ ]

21 de novembro de 2017

Em relatório sobre a Operação Pegadores, a Polícia Federal apontou que irregularidades e esquemas fraudulentos são nativos da gestão Ricardo Murad.

Murad foi o secretário de Saúde da última gestão Roseana Sarney no Governo do Estado. No texto, a PF elucida que há “indícios de que esse esquema ilícito de contratação já vinha ocorrendo na SES/MA desde o início da gestão Ricardo Murad, conforme demonsta os diversos emails enviados e recebidos por Chisleane Gomes Marques, Karina Mônica Braga Aguiar e Bernadete de Lourdes Veiga Ferreira, que ocupava na gestão anterior o cargo de Superintendente de Acompanhamento à Rede de Serviços de Saúde”.

A polícia apresentou como prova um dos emais de Bernadete Ferreira, superintendente de Rede durante a administração Ricardo Murad, onde ela solicita aos institutos ICN e Bem Viver que informem a relação dos colaboradores que se encontram com o ponto “liberado”.

A Operação Pegadores, considerada a 5ª fase da Sermão aos Peixes, prendeu 17 pessoas e levantou possível desvio de R$ 18 milhões dos cofres públicos e um esquema de pagamento de mais de 400 funcionários fantasmas.

Mesmo com a suspeita de que o esquema de fantasmas teve início antes de 2014, a gestão anterior da Secretaria de Estado da Saúde não foi alvo da recente operação.

 

De Redação, com informações de Garrone.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!