Réu é condenado a 16 anos de prisão por homicídio em Imperatriz

Alisson Lima já estava preso, cumprindo pena por um outro crime, praticado também em 2014, na Vila Redenção II.

O réu Alisson Pereira Lima, de 23 anos, foi condenado em Imperatriz a 16 anos, sete meses e 15 dias de prisão pelo assassinato de Genildo dos Santos Lima, em 2014.

O crime ocorreu em 22 de fevereiro daquele ano, em um posto de combustível, na Avenidade Pedro Neiva de Santana.

Segundo o promotor do caso, Carlos Róstão, o réu nega a autoria do crime, mas o Ministério Público reconhece claramente que foi ele o assassino de Lima.

A tese usada pela acusação foi de homicídio qualificado por motivo torpe. O crime teria sido motivado pela desconfiança do réu de que a vítima estaria tendo um caso com sua esposa.

Alisson Lima já estava preso, cumprindo pena por um outro crime, praticado também em 2014, na Vila Redenção II.

Deixe uma resposta