Roberto Rocha deve mais de R$ 4 milhões

O senador Roberto Rocha somando individualmente e por dívidas de terceiros, ou seja, de empresas, à União, a bagatela de R$… [ ]

5 de Maio de 2017

O senador Roberto Rocha somando individualmente e por dívidas de terceiros, ou seja, de empresas, à União, a bagatela de R$ 4.406.310,96. Individualmente, o parlamentar deve o total de  R$ 280.636,19, já sua empresa Radio e Televisão Vale do Farinha LTDA – EPP, de R$ 2.521.116,51. Além da Radio, mais uma grande lista de terceiros que somam uma dívida de R$ 1.604.558,26.

Já o senador pelo PMDB-MA, João Alberto de Souza deve à União mais de 30 mil reais (exatos R$ 37.590,86). O seu filho, deputado federal, João Marcelo, deve pela empresa Comunicar Radiodifusao LTDA. – ME, R$ 113.431,35. Estes e demais parlamentares federais tentam se beneficiar com o perda de dívidas na Medida Provisória que institui o Programa de Regularização Tributária. A lista de parlamentares federais em dívida foi divulgada pela Folha de S. Paulo na noite desta última quinta-feira (04).

A Folha revelou que estes parlamentares devem à União R$ 3 bilhões em tributos inscritos na dívida ativa. A MP que institui o PRT está sob a relatoria do deputado Newton Cardoso Júnior (PMDB-MG), este que acumula débitos de R$ 67,8 milhões em nome de suas empresas e também faz parte da mesma legenda do senador João Alberto.

A Procuradoria Geral da Fazenda Nacional divulgou há pouco a íntegra da relação de deputados e senadores que devem à União, além de doadores em débito que financiaram campanhas eleitorais. Também estão lá as empresas desses políticos que estão em dívida.

Dívida Individual de Roberto Rocha segundo lista da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional

Dívida Rádio e Televisão Vale do Farinha LTDA de Roberto Rocha segundo lista da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional

Lista de dívida de terceiros ligados à Roberto Rocha segundo lista da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional

VEJA NA ÍNTEGRA A LISTA DE POLÍTICOS DEVEDORES

Com informações de O Antagonista

 

 

 

 

1 Comentário

Deixe o seu comentário!