SAÚDE

Serviço de teleatendimento da Prefeitura de São Luís e HU-UFMA registrou mais de 2,2 mil atendimentos durante período de funcionamento

O serviço de teleatendimento usado como ferramenta de esclarecimento sobre a Covid-19 mantido pela Prefeitura de São Luís por meio… [ ]

11 de junho de 2020

O serviço de teleatendimento usado como ferramenta de esclarecimento sobre a Covid-19 mantido pela Prefeitura de São Luís por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semus), em parceria com o Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão (HU-UFMA) foi encerrado. Por causa da estruturação da rede pública, com a elevação nas últimas semanas na oferta de leitos clínicos e de UTI nas unidades, em especial, na capital maranhense, o índice de ligações registrado pelo serviço, (que chegou a 185 contatos diários no dia 15 do mês passado), caiu em 94% na segunda quinzena de maio. Até o dia 4 deste mês, foram realizados 2.220 atendimentos desde a sua implantação, no dia 29 de abril deste ano.

Deste total, 326 pessoas necessitaram de encaminhamento às Unidades de Pronto Atendimento (UPA), devido ao agravamento dos sintomas, mantendo, desta forma, fluxo estabelecido pela Semus, em parceria com o Governo do Maranhão. Para o secretário de Saúde de São Luís, Lula Fylho, a montagem do serviço foi essencial para evitar que pessoas sem os sintomas aparentes da doença pudessem se expor de forma desnecessária em unidades.

“Além disso, pessoas com sintomas gripais ou com suspeita da doença tiveram uma primeira assistência em casa e foram encaminhadas de forma correta para a unidade específica, a partir do fluxo montado de atendimento”, disse o gestor.

O teleatendimento, além de prestar um serviço de utilidade pública, também foi uma ferramenta de aprendizado à comunidade acadêmica, já que cada membro da equipe (universitários em geral) era coordenado por profissionais da Semus e do HU-UFMA.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!