SAÚDE

“Trabalho árduo, mas com esperança que surta efeito”, diz profissional que distribui vacinas no Maranhão

O Maranhão já distribuiu 438 mil doses das vacinas Coronavac e Atrazeneca. A entrega dos imunizantes no Maranhão foi iniciada no… [ ]

21 de março de 2021

O Maranhão já distribuiu 438 mil doses das vacinas Coronavac e Atrazeneca. A entrega dos imunizantes no Maranhão foi iniciada no dia 19 de janeiro, mas muitos desconhecem que a distribuição nos 217 municípios envolve o trabalho de várias equipes, que se esforçam para garantir a imunização da população maranhense o mais rápido possível.

Só para se ter uma ideia da complexidade envolvida no armazenamento e distribuição célere de vacinas, o primeiro lote de vacinas foi entregue em todos os municípios do Maranhão em apenas 36 horas, em uma operação que mobilizou três aviões, três helicópteros e 30 automóveis.

Uma dessas pessoas envolvidas no dinâmico sistema de distribuição das vacinas é o técnico Mário Roberto Garcês, que trabalha na Rede Estadual de Frio, no recebimento, armazenamento e distribuição das doses recebidas.

Para Mário Roberto, apesar do trabalho árduo, o serviço é gratificante, já que o objetivo final é salvar vidas.

“É bem gratificante, apesar de ser cansativo e um trabalho árduo, mas é bem gratificante pela importância que a gente sabe que tem. Essa vacinação está chegando a todo o povo maranhense”, ressalta o técnico.

Mário Roberto Garcês explica que a Rede de Frio é essencial para que os imunizantes recebidos sejam bem armazenados e bem acondicionados, para manter a qualidade das vacinas.

“Verificamos a temperatura desde a chegada da vacina, sempre monitorando para saber se as vacinas estão bem acondicionadas em uma boa temperatura, e cheguem em boa qualidade ao destino final, que são as unidades de saúde”, detalha o técnico.

Incansável na luta contra a Covid-19, Mário Roberto não vê a hora em que a maior parcela da população maranhense esteja devidamente protegida do vírus, que é a principal ameaça à saúde pública mundial.

“Nosso trabalho está sendo árduo com a esperança de que venha surtir efeito no futuro próximo, esperamos que não demore tanto. A população tá vivendo sobressaltada com essa doença”, lamenta Mário Roberto.

Nova meta de aplicação de doses

Para intensificar o processo vacinal contra o Sars-CoV-2 no Maranhão, o governador Flávio Dino determinou em 70% a meta de aplicação das doses recebidas.

Ou seja, somente com a comprovação desse alcance, os municípios maranhenses poderão receber novas doses do Estado. Até o momento, 194 municípios maranhenses já alcançaram a aplicação de pelo menos 70% das doses recebidas.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!