CONSUMIDOR

Usuários de agências bancárias recebem orientações para evitar disseminação do coronavírus

O Governo do Estado tem se esforçado para ampliar as medidas educativas que levem a população a tomar os cuidados… [ ]

17 de abril de 2020

O Governo do Estado tem se esforçado para ampliar as medidas educativas que levem a população a tomar os cuidados necessários para evitar a disseminação do novo coronavírus (Covid-19). O Maranhão já conta com mais de 600 casos confirmados da doença e o cumprimento das medidas preventivas tem sido a melhor forma para frear o avanço do número de casos. Nesta semana, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Vigilância Sanitária, deu continuidade ao trabalho de orientação, desta vez em agências bancárias, que ainda vêm recebendo fluxo intenso de usuários.

De acordo com o superintendente da Vigilância Sanitária do Estado, Edmilson Diniz, a adoção de hábitos de higiene e distanciamento social são as principais recomendações para evitar contaminação durante o período de pandemia.

“A todo cidadão recomenda-se o uso de máscara de proteção, que também pode ser a de tecido, para trânsito em espaços coletivos. É importante também manter a higienização constante das mãos, além de evitar colocá-las nos olhos, boca ou nariz. Vale destacar ainda ser pertinente possuir um recipiente com álcool em gel na bolsa para garantir a higienização adequada das mãos”, disse Edmilson Diniz.

A máscara de proteção fácil é um dos principais itens e também o mais utilizado para evitar o contágio. Indispensável, seja em ambiente público ou fechado, ela é uma importante barreira para se evitar contato com gotículas de pessoas contaminadas. Entretanto, é preciso estar atento aos critérios técnicos estabelecidos pelo Ministério da Saúde e Agência Nacional de Vigilância Sanitária, tais como cobrir totalmente a boca e o nariz, sem deixar espaços nas laterais e não tocar na região onde o ar é filtrado. As máscaras podem ser feitas de tecido 100% algodão, ou de material sintético como ‘tecido não tecido’ (TNT).

Ainda em se tratando do ambiente das agências bancárias, após tocar em caixas automáticos, corrimões, papéis, caneta e até mesmo em dinheiro, a administração de álcool em gel fator 70 é obrigatória. Antes e depois de ir à agência, o hábito de lavagem das mãos com água e sabão deve ser mantido e nas filas é importante manter o distanciamento social de 2 metros entre as pessoas.

No que compete aos estabelecimentos bancários, mesmo com o cenário de crise, devem disponibilizar álcool em gel ou água, sabão e papel toalha. As exigências estão previstas no Decreto n.º 35.731, de 11 de abril de 2020, do Governo do Estado. Em caso de não cumprimento de alguma delas, o cidadão deve denunciar por meio dos canais do Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Maranhão (Procon-MA) ou através da ouvidoria do SUS no número 160.

Fala povo

“Hoje eu vim ao banco para fazer um depósito, mas desde que as coisas ficaram mais complicadas por causa do Coronavírus eu comecei a mudar alguns comportamentos. Por exemplo, eu estou utilizando álcool em gel pra tudo que eu faço, inclusive aqui no banco. Além disso, evito passar a mão no rosto, tocar em outras pessoas ou me aproximar demais delas”, conta Inaldo Rodrigues, 46 anos, que trabalha na área da construção civil.

“A máscara se tornou item indispensável. Todas as vezes que vou manusear dinheiro, ou até mesmo alguma mercadoria, eu uso álcool em gel antes e depois. Também parei de andar de ônibus, resolvi tirar o carro da garagem e não levo mais do que uma pessoa sempre que vou me deslocar para algum lugar”, destacou o vendedor Josivam Leitão, 47 anos.

“Além da máscara, tenho tentado manter a distância das pessoas. Hoje a minha ida ao banco foi super rápida, pois tenho preferido não sair de casa, a não ser em casos muito importantes. Ao chegar em casa eu não toco em ninguém, vou direto para o banheiro, tomo meu banho e coloco a roupa que estava usando para lavar”, disse o agente de portaria Crilson dos Santos, 40 anos.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!