POLÍTICA

Deputados estaduais cobram transparência da prefeitura sobre fim da greve dos rodoviários em São Luís

Na sessão plenária desta quarta-feira (3), os deputados Yglésio Moyses (Pros) e Duarte Júnior (PSB) fizeram uma avaliação da greve dos… [ ]

4 de novembro de 2021

Na sessão plenária desta quarta-feira (3), os deputados Yglésio Moyses (Pros) e Duarte Júnior (PSB) fizeram uma avaliação da greve dos rodoviários em São Luís, encerrada na segunda-feira (1º), após 12 dias de paralisação.

Yglésio, entre outras coisas, observou que a greve acarretou prejuízos incalculáveis ao município, uma vez que a atividade econômica sofreu uma retração significativa nesse período. Além disso, o parlamentar informou que apresentou um requerimento à Assembleia Legislativa solicitando a cópia do acordo firmado entre a Prefeitura de São Luís, o Sindicato dos Rodoviários e o Sindicato dos Empresários do Transporte Público para encerrar a greve.

“Precisamos receber uma cópia desse acordo, pois a população precisa saber o que foi decidido, de fato. Foi uma conta de R$ 48 milhões por ano. E a população tem direito de saber de onde vai sair o dinheiro para pagar. Vai sair R$ 500 mil por mês da saúde?  R$ 700 mil da infraestrutura? Virá alguma coisa da iluminação pública? Vai apertar mais na arrecadação? O que que vai ser feito para fornecer esse dinheiro?”, questionou o parlamentar.

Contrato

Duarte Júnior, por sua vez, frisou que a greve foi a maior da história. “Já houve outras que duraram muitos dias, mas nunca tivemos uma tão longa e com 100% da frota parada”, enfatizou.

O parlamentar teceu críticas ao prefeito Eduardo Braide e comunicou que formulou requerimento solicitando à Prefeitura e à Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT) a cópia do contrato de concessão dos serviços. Informou, também, que pediu as propostas técnicas e comerciais dos licitantes, bem como o fluxo de caixa das propostas vencedoras e a memória de cálculo dos reajustes ocorridos em 2018, 2019 e 2020.

“Precisamos ter acesso a essas informações, porque, diferentemente do que falam, nem todas as linhas de ônibus em nossa cidade geram prejuízos. Há aquelas que trazem lucros. É preciso fazer o equilíbrio econômico financeiro desses contratos”, explicou Duarte.

Ainda durante seu pronunciamento, o deputado afirmou que destinou R$ 1 milhão em emendas parlamentares à Prefeitura de São Luís para ajudar o prefeito Eduardo Braide. “É para que situações como essa não ocorram mais. Peço, mais uma vez, que o prefeito aja preventivamente”.

Duarte Júnior observou que, no mês de janeiro de 2022, vencerá a nova data-base para o reajuste dos rodoviários. “Ele tem pouco mais de 60 dias para manter o diálogo com rodoviários e empresários. Devemos debater o transporte público diariamente para que não haja uma nova paralisação no início do ano e aumento de passagens”, disse.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!